Como Configurar Link Aggregation

Protocolo LACP, implementação por interface web e CLI

Como Configurar Link Aggregation

Protocolo LACP, implementação por interface web e CLI

Download as PDF

Agregação de Links

Um dos objetivos no desenho de uma topologia de rede é evitar congestionamentos de tráfegoÉ por isso que, naquelas ligações onde vá passar um maior volume de tráfego, usamos as portas de mais velocidade dos nossos switches. Se as referidas portas já estão ocupadas, podemos recorrer à agregação de links para melhorar o rendimento das nossas ligações.

link aggregation

 

LACP

O protocolo LACP (Link Aggregation Control Protocol – IEEE 802.3ad) permite-nos unir várias ligações físicas de um dispositivo de rede formando uma só virtual com o objetivo de conseguir um acesso de maior velocidade assim como melhorar a disponibilidade e redundância da ligação.

Esta agregação de links ou port trunk encarrega-se, em caso de falha de uma das ligações físicas que o formam, de redistribuir a carga entre as ligações restantes conseguindo assim um funcionamento contínuo e sem cortes.

LACP

Requisitos

Este protocolo pode ser implementado nos nossos switches das gamas tanto Smart como Managed da D-LinkPodemos chegar a formar até 32 grupos de port trunk em que, por sua vez, cada um pode ter até 8 portas (com a salvaguarda de que cada porta só poderá pertencer a um grupo). As portas escolhidas para formar o port trunk têm de ter a mesma velocidade e idêntica configuração (full duplex, membros das mesmas VLANs, igual estado de STP, …). Uma vez formada a agregação de links aplica-se automaticamente um balanceamento de carga baseado num algoritmo que podemos determinar. As opções em que se pode basear para tomar a decisão de por que porta enviar a informação são:

  • MAC origem >> é a opção que vem por defeito
  • MAC destino
  • MAC origem/destino
  • IP origem
  • IP destino
  • IP origem/destino

port trunk

Finalmente, para que se forme o port trunk entre os dois dispositivos, pelo menos um deles deve ter a sua configuração em modo active. O outro extremo, por seu lado, poderá estar também em active ou passive.

 

Como se implementa por WEB UI?

É conveniente recordar que se deve efetuar primeiro a configuração antes de interligar fisicamente os equipamentos.

Passo 1

No mesmo passo criamos o port trunk definindo o seu ID e modo assim como as portas que o compõem (não esquecer que um dos dois extremos deve ter o modo activo para que funcione).

Para isso, iremos ao menu:

L2 Features >> Link Aggregation

WEB UI 1

Fica assim após aplicar as mudanças:

WEB UI 2

 

Passo 2

Uma vez configurado o port trunk nos dois dispositivos, poderemos efetuar as interligações físicas a nível dos cabos ligando as portas correspondentes. Poderemos verificar que o LACP está a funcionar corretamente:

L2 Features >> Link Aggregation >> Channel Group >> Channel Detail

WEB UI 3

 

Como se implementa por CLI?

Os passos são semelhantes aos mencionados para a interface gráficaA seguir descrevemos os comandos que se devem executar:

Passo 1

Primeiro, agruparemos as portas que queremos que façam parte do port trunk. Para todas elas assignaremos um ID (1-32) e o modo (active/passive):

Switch# configure terminal

Switch(config)# interface range ethernet 1/0/9-10

Switch(config-if-range)# channel-group 1 mode active

Passo 2

Após ter realizado as configurações nos dois dispositivos, poderemos continuar com as ligações pertinentes assim como verificar que grupos de port trunk temos no nosso switch:

Switch# show channel-group

E, em detalhe, poderemos ver o estado e configuração de cada port trunk (se se criaram corretamente, o LACP state mostrará o estado bndl):

Switch# show channel-group channel 1 detail

CLI 3

 

Quer que o aconselhemos?

Se tem projetos relacionados com o conteúdo deste eBook na D-Link oferecemos diversas vias de contacto direto para que possamos ajudar e propor a melhor solução, sempre sem compromisso e com a garantia de suporte técnico desde o fabricante.

Email: [email protected]

Web (com chat de suporte pré venda)

Se é revendedor, integrador ou prestador de serviços TI pode registar-se no nosso Programa de Canal VIP+. Terá muitas vantagens e é gratuito (o processo de registo é online).

Mais informação aqui

Products Used